Paula Davis

“Poesias Dançantes”: um livro para ser lido com olhos, mãos, corpo, alma e coração

“Vou dançar palavras escritas. Coreografá-las com a pena. Caligrafá-las com o corpo. Não danço palavras faladas porque não quero levantar suspeitas. Agora só levanto voo”. Este é um dos poemas de Paula Davis, bailarina que agora expressa sua sensibilidade de artista também na poesia. Seu trabalho literário foi reunido pela Quixote+Do em “Poesias Dançantes”.