Início » As vozes e a diversidade da poesia contemporânea de Minas são reunidas em Entrelinhas, Entremontes – Versos Contemporâneos Mineiros

As vozes e a diversidade da poesia contemporânea de Minas são reunidas em Entrelinhas, Entremontes – Versos Contemporâneos Mineiros

Coletânea traça panorama atual por meio da produção poética de 61 autores

 

Há três anos, a poeta, ensaísta e professora Vera Casa Nova, o poeta e professor de Literatura Kaio Carmona e o poeta Marcelo Dolabela decidiram dar visibilidade à poesia produzida em Minas Gerais.  Dedicaram-se arduamente a traçar um panorama atual e diverso deste recorte literário. E depois de um intenso trabalho a seis mãos, o desafio foi cumprido: Entrelinhas, Entremontes – Versos Contemporâneos Mineiros reúne a poesia de 61 autores.

O volume também ganhou uma versão completa em audiolivro. Com realização da Quixote+Do Editoras Associadas e patrocínio da UNI-BH, a coletânea foi viabilizada por meio de recursos da Lei Municipal de Incentivo à Cultura da Prefeitura de Belo Horizonte.

Com a proposta de apresentar o que tem sido produzido de melhor no cenário poético das Minas Gerais, os organizadores reuniram as vozes representativas da poesia contemporânea tendo como primeiro critério a diversidade tanto do processo de construção poética quanto das linhas temáticas abordadas por cada poeta.  “O objetivo é divulgar poetas que muitas vezes não aparecem e guardam sua produção em arquivo de computador”, diz Vera Casa Nova. E, juntamente com estes poetas, difundir também alguns já muito conhecidos. “Falta muita gente boa, mas não deu pra chamar tanto quanto queríamos”, reconhece ela, que diz ainda que o critério para esta seleção foi a qualidade dos versos. “Nós pedíamos aos poetas versos que já eram conhecidos, outros inéditos e, ainda, os que não haviam sido publicados”, conta.

O organizador Kaio Carmona afirma que projeto Entrelinhas Entremontes tem como princípio a coletividade e a diversidade. “De um lado, as diferentes dicções das autoras e dos autores que enriquecem a poesia contemporânea mineira; do outro, uma organização realizada por pesquisadores da literatura e também poetas”, explica Carmona. “Casando um e outro, temos um livro potente pela poesia que apresenta, quantitativa e qualitativamente, e uma referência para pesquisadores e admiradores da cultura das Minas Gerais”, diz.

Para Vera Casa Nova, o desafio deste trabalho é ver como os leitores vão ler estes versos: “Se vão se sensibilizar com os versos e se vamos ver a partir daqui, dessa antologia, como outros poetas aparecerão e viva a poesia!

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: